Santo-tributo-Como-cuidar-do-fluxo-de-caixa-em-3-passos-simples-até-para-um-iniciante

Como cuidar do fluxo de caixa em 3 passos simples (até para um iniciante)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram

Fluxo de caixa é a movimentação do dinheiro para dentro (entrada) ou fora (saída) do seu negócio, produto ou projeto. Isso é medido por meio de um período específico, assim como a gasolina de um carro…

 

Querido leitor,

Imagine que você está dirigindo um carro. As janelas abertas permitem que o vento toque o seu rosto suavemente, enquanto você aprecia a natureza, ouvindo a sua música favorita.

A bela paisagem conquista seu coração e todos os seus sentidos. Você sente aquela sensação de paz e de relaxamento, enquanto o aroma da natureza te faz acreditar que você está no caminho certo.

De repente, o seu carro começa a ir mais devagar. Você se desespera e sente que todo o sentimento positivo até agora foi em vão.

Ao procurar rapidamente o problema, você nota que esqueceu do detalhe mais importante dessa viagem: a gasolina do carro, que está no fim.

Seu automóvel está parando e o que era um momento sensacional se tornou um pesadelo. Você está em meio a uma floresta, que agora parece assustadora, e ninguém passa por lá para te socorrer.

Seu negócio é um automóvel e o fluxo de caixa a gasolina

Independente de como você acha que está indo (esperamos que ótima), é preciso ficar atento ao fluxo de caixa. Medir o dinheiro que entra e sai do seu negócio é essencial para não acabar sem gasolina no meio do caminho do empreendedorismo.

Esse é o erro de muitos empreendedores. Por isso, vamos te mostrar esses 4 passos simples para manter o seu carro sempre com gasolina e aproveitar a viagem sem preocupações. Confira!

Passo 1 para o fluxo de caixa: você está com problemas de combustível?

É necessário reconhecer quando você está com problemas no seu fluxo de caixa. Alguns deles podem ser provocados por má administração, escolhas ruins ou apenas alguns fatores que ficaram fora de controle – tão incômodo como uma pista escorregadia.

Se você está passando por algum dos itens a seguir, seu fluxo de caixa precisa de uma atenção urgente:

-> Usa sempre o limite do cheque especial e chega a ficar sem margem de retorno prevista.

-> Tem precisado esticar a data de pagamento dos funcionários ou do seu salário.

-> Não está conseguindo pagar os distribuidores ou fornecedores.

-> Não tem capital de giro.

-> Falta de dinheiro para reinvestir no seu negócio.

-> Paga uma grande quantidade de dinheiro em tributos e impostos por estar com medo de evasão fiscal.

Passo 2 para o fluxo de caixa: use o medidor de combustível

Se você está passando por algum dos problemas que falamos aqui, o primeiro passo é reconhecer. O segundo é investir em ferramentas que te ajudem a controlar melhor o que entra e sai.

Esqueça as planilhas e caderninho. Comece a automatizar seu fluxo de caixa e contar com ferramentas de vendas e gestão disponíveis no mercado.

Assim como o medidor de combustível é necessário para saber quando precisa encher o tanque de novo, as ferramentas de caixa são essenciais para fazer com que você não acabe refém do imprevisto, em meio a uma floresta e totalmente sem saída.

As ferramentas de fluxo de caixa podem te ajudar a automatizar a entrada e saída para se planejar e começar a investir certo. 

Além disso, a maioria delas permite cadastrar produtos e controlar o estoque – essencial para não ficar sem produtos ou ficar em situação de produtos obsoletos.

Passo 3 para o fluxo de caixa: gasolina comum ou aditivada?

Assim como existe diferença entre os dois tipos de gasolina lucro não é o mesmo que dinheiro. Nem sempre, você repara isso no início do empreendimento e acaba acreditando que sua empresa não dá retorno algum.

O lucro inclui todas as vendas que você fez, mesmo as que ainda não foram pagas. Já o dinheiro é o que você tem na conta bancária agora mesmo.

Isso representa a liquidez do negócio: se você não pode usar agora para pagar contas, não é dinheiro, mas pode ser lucro.

Exemplo: se você vende bastante a prazo e deixa que os clientes paguem 30 dias depois, você terá uma grande receita no papel e muito lucro, mas não terá essa mesma quantidade de dinheiro na conta bancária, já que seus clientes ainda não pagaram.

É importante saber disso porque, ao fazer seu demonstrativo de vendas, você deve considerar as entradas e saídas. Mas na entrada, será apenas o que você já recebeu, já que esse sim foi o dinheiro disponível para a sua empresa.

Para controlar o que você ainda não recebeu, use uma área: contas a receber. Assim, você pode saber o que vai entrar em determinado momento e quando vai poder contar com esse dinheiro para reinvestir.

Uma salvação no meio do caminho

Outras técnicas de fluxo de caixa consistem em fazer contas simples, como: dinheiro recebido – dinheiro passado = fluxo de caixa líquido. Além disso, é possível fazer um demonstrativo de fluxo de caixa para te ajudar.

Mas podemos falar sobre isso depois, porque se o seu carro está sem gasolina, você está passando por algum problema do passo 1.

Isso significa que nenhuma técnica de fluxo de caixa passada aqui vai ser o suficiente para tirar seu carro do meio da floresta assustadora.

Exceto por isso: enquanto está escurecendo e você está frustrado pensando sobre como deveria ter checado o combustível, um outro viajante passa pela estrada, para o carro perto de você e pergunta se você quer um galão de gasolina extra.

Desconfiado, você aceita. Pronto, foi por pouco! Você segue viagem e já pode curtir novamente, dessa vez olhando atentamente para o medidor de combustível.

Esse completo estranho é a Santo Tributo e o galão de combustível é a recuperação tributária. Essa é uma técnica que devolve dinheiro pago indevidamente em tributos diretamente para a conta bancária da sua empresa.

Agora, você tem 2 caminhos:

  1. Rejeitar a ajuda de quem você considera desconhecido e esperar escurecer, permanecendo na estrada, sem nenhum posto por perto.
  2. Aceitar nossa ajuda e ver como a recuperação tributária pode salvar a sua empresa de um fim trágico.

Se você escolheu o segundo, parabéns. Agora é só clicar aqui e ter a sua dose de gasolina para o automóvel.

P.S.: Se ainda está na dúvida sobre confiar em um estranho na estrada, veja aqui como enviamos mais de R$ 5 milhões direto para o bolso dos nossos clientes e os impedimos de perecer no meio do caminho.

Continue acompanhando o nosso blog e nossas redes sociais!

Postado por Santo Tributo | santotributo.com.br/

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato

Regime Tributário

Sua Empresa é: