STO TRIBUTO_auditoria-fiscal-e-tributaria

Auditoria fiscal e tributária para farmácias: por que é importante?

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram

Muitos empresários negligenciam a inserção da auditoria fiscal e tributária para farmácias, o que é um grave erro. A gestão tributária não se trata de contabilidade, mas sim todo o planejamento tributário, incluindo sistema operacional e o controle e apuração dos impostos e taxas. Saiba mais sobre este assunto neste artigo!

Estudos constatam que mais de 90% de estabelecimentos com este segmento, pagam impostos a mais do que deveriam. Um dado alarmante que nos alerta a pensar o quanto a auditoria fiscal e tributária para farmácias é importante!

Um exemplo deste pagamento a mais está na cobrança inadequada dos impostos do regime monofásico sobre a saída dos produtos. 

Nesses casos, se o imposto já foi pago na indústria, ele não deveria ser cobrado do varejo e seus distribuidores, porém isso acontece em diversos casos.

Outro fator importante que deve ser ressaltado é a crise econômica que o nosso País enfrenta atualmente; diversos estabelecimentos estão sendo fechados por não conseguirem superar os déficits financeiros.

Por meio da auditoria fiscal e tributária, o dono da farmácia tem a oportunidade de obter lucros, reduzindo os impostos de forma legal.

Além disso, uma das etapas envolvidas nesses processos é o planejamento tributário, que é indispensável no momento de desenvolver melhores estratégias e executar ações que beneficiem o empreendedor na hora de pagar impostos e taxas.

Neste artigo, separamos informações valiosas sobre auditoria fiscal e tributária para farmácias. Se você quer pagar menos impostos e aumentar seus lucros, continue por aqui!

Principais tributos deste segmento

Uma farmácia paga muitos impostos ao governo; por este motivo, saber se estamos pagando impostos a mais não é uma tarefa tão fácil quanto pode parecer.

Conheça os principais tributos envolvidos com este segmento, no âmbito federal:

  • IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica);
  • Cofins (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social);
  • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados);
  • PIS (Contribuição ao Programa da Integração Social);
  • Previdência Social;
  • Taxa de Licença de Funcionamento da Anvisa;
  • FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Já no âmbito estadual o principal tributo é o:

  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

E no âmbito municipal os tributos englobam:

  • IPTU (Imposto Predial e Território Urbano);
  • TLIF (Taxa de Fiscalização de Localização, Instalação e Funcionamento);
  • INSS (Imposto Sobre Serviços);
  • Taxa de Lixo e de Iluminação Pública
  • Alvará Municipal.

Como saber se estou pagando o que realmente deveria?

Pagar impostos a mais pode gerar prejuízos significativos ao faturamento de um estabelecimento. Muitos donos de farmácias pensam que estes tributos pagos a mais não afetam tanto assim; no entanto, isto é um grave erro à gestão de sua empresa.

A prova disso é que recuperamos mais de R$ 5 milhões direto para o caixa dos nossos clientes apenas com a recuperação tributária.

Por isso, a auditoria fiscal e tributária é tão importante. Por meio delas, é possível identificar estratégias eficientes e legais de recuperação tributária, devolvendo para o seu caixa um dinheiro que nunca deveria ter saído de lá.

Em alguns casos, a identificação de cobranças indevidas pode ser observadas na própria folha de pagamento, o que permite a compensação dos valores gastos, como:

  1. Impostos cobrados relativos a ⅓ das férias;
  2. Licenças médicas;
  3. Rescisões.

Em outros casos, também é possível a recuperação tributária de impostos relativos ao ICMS da conta de luz, e os tributos pagos a mais nas compras de varejo.

Geralmente, os empreendedores do setor farmacêutico não têm tempo para se aprofundar na área contábil ou tributária da empresa, o que pode gerar erros de interpretação no cumprimento das obrigações fiscais.

Tanto as cobranças inadequadas por parte do governo, pela alta complexidade da legislação tributária, até os pagamentos a maior por parte do próprio estabelecimento, contribuem com uma tributação indevida.

Em suma, vale ressaltar que todos estes valores somados, podem promover uma elevada redução de custos para a sua empresa, possibilitando o uso deste dinheiro para novos investimentos.

 

Como reduzir impostos?

Um erro encontrado em diversas farmácias é a adoção do Simples Nacional como forma de pagamento de tributos sem realizar uma análise especializada da situação de seu negócio.

Com auditoria fiscal e tributária, torna-se possível analisar de forma adequada outras possibilidades para aumentar o lucro da empresa.

Existem diferentes categorias de regimes tributários que podem gerar benefícios significativos para a empresa, desde que haja uma análise detalhada, como, por exemplo:

  • O Lucro Real para empresas que estão em um nível mais estruturado.
  • O Lucro Presumido, que pode trazer vantagens para empresas que possuem o lucro efetivo maior do que o lucro presumido.

Outro fator importante para a redução de impostos é a análise mensal dos dados da empresa – vale ressaltar que ela deve ser feita de forma correta, para que realmente gere estratégias de lucro.

As análises mensais atualizadas podem demonstrar se as ações fiscais realizadas foram corretas e se será necessário mudar de decisão.

Elas também são indicadores de saúde ou prejuízo fiscal e fornecem um norte para novas escolhas dentro do negócio.

Além destes fatores, ela ainda permite que o dono da farmácia obtenha um controle financeiro com informações fidedignas, o que auxilia na tomada de decisões sobre ampliar ou não seu negócio.

Para que a escolha de regime tributário seja realizada de acordo com a necessidade de sua empresa, e para que a análise mensal seja feita de forma correta, o acompanhamento de um auditor fiscal e tributário é uma excelente alternativa.

 

Como contratar auditoria fiscal e tributária para farmácias?

Agora que você já sabe o quanto é importante a auditoria fiscal e tributária para farmácias, você precisa escolher os parceiros perfeitos para a sua empresa.

Uma auditoria fiscal e tributária especializada pode indicar o que é melhor para o seu negócio daqui pra frente. 

Além disso, com uma empresa especializada no assunto, como a Santo Tributo, você consegue recuperar impostos pagos indevidamente nos últimos 5 anos!

E foi pensando nisso que desenvolvemos este artigo com informações valiosas para você. Estamos aqui para te ajudar nessa etapa tão importante.

Acreditamos que você tem o direito de ter um negócio bem estruturado e lucrativo – nosso meio de ajudar é recuperando os tributos direto para o seu caixa de forma legal.

Para saber mais sobre auditoria fiscal e tributária para farmácias, entre em contato conosco.

 

Postado por Santo Tributo STO TRIBUTO_auditoria-fiscal-e-tributaria

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato

Regime Tributário

Sua Empresa é: